A minha Luz

Luciferanjodaluzdivina.jpg
Sou apenas uma lutadora. Que a cada ataque se fecha em si própria e nega a si mesma voz de quem quer gritar.
Muda, neste caminho infinito. Em que a distância já não se conta, em que os buracos são constantes e os desvios nos fazem repensar se o fado é justo.
Simplesmente a olhar este caminho agonizante com medo, mas a ficar quieta perante a revolta.
Num salto constante entre montes de felicidade e de solidão efémera! É pois neste vale de emoções que me descubro a mim própria, e calada continuo a amar.
Nesta espera desoladora em que chegue a mim a minha luz.
E nisto vivo e caminho todos os dias. Calada e solitária. Na esperança da minha luz.
Por Di às 23:27
|