Miséria..

Em nome dos que choram,
dos que sofrem,
dos que acendem na noite o facho da revolta.
Em nome dos que sonham com palavras
de amor e paz que nunca foram ditas,
em nome dos que falam em silêncio
e estendem em silêncio as duas mãos aflitas.
Em nome dos que pedem em segredo
a esmola que os humilha e os destrói
E devoram as lágrimas e o medo
Quando a fome lhes dói.
Em nome dos que dormem ao relento
numa cama de chuva com lençois de vento,
o sono da miséria, terrivel e profundo.
Em nome dos teus filhos que esqueces-te
Filho de Deus que nunca mais nasces-te
Volta de novo ao mundo.

Ary dos Santos
Por Di às 16:09
|