Mim


subscrever feeds

Terça-feira, 27 DE Junho DE 2006

olé ò vida malvada!!!

Queria poder dizer que esta tudo bem.

Mas não está. Nada está. Tudo esta mal. E pior...não vejo maneiras de melhorar!!

a) Estou a morrer de saudades do meu pequeno grande homem!!

b) Não consigo estudar.

c) Não sei o que se passa com o meu organismo (bonito,hem?!) que não anda a funcionar correctamente( melhor ainda!)

d) O Deco não pode jogar contra a Inglaterra, o que pode ser indicador que a viagem de regresso da nossa selecção estará para breve!!!:(

e) Continuo com saudades do meu miúdo!

 

 

Estou deveras chateada. Irritada.

 

Estou insatisfeita e saudosa.

Estou perturbada.

Enfim...estou triste!!!!

 

Mas pronto, como dizia eu, não me apetece queixar!!!lol

Por Di às 23:47
|
Sexta-feira, 16 DE Junho DE 2006

O meu "Bikinho" hereditário

 

 

As vezes sinto-me sozinha, outras vezes sou invadida por uma enorme vontade de arrebitar os miolos..os meus, e os daqueles que me rodeiam São sempre os primeiros a sentir na pele aquela minha tristeza manhosa.. Aquela. Começo por lhes fazer a cabeça em água com a minha má disposição, e posteriormente provoco a inundação de nervos a que qualquer ser humano é incapaz de resistir. Sou mesmo má companhia.

 

Talvez tenha herdado da minha mãe, aquilo a que aqui por casa chamamos “o bikinho ”. Tem como característica fundamental, a rápida transmissão de má disposição às pessoas que se encontram num raio de 200 Km . Sim, e isto é a mais pura das verdades, uma vez que a minha irmã mesmo longe, consegue sentir os efeitos desse mesmo bikinho ”..

 

O efeito "bikinho ” consegue ultrapassar-se após uma dosagem de mimos, superior ao normal.

 

Bem, comigo para além de uma boa  quantidade de mimos nas mais diversas formas, costumo necessitar que me ralhem um pouco…mas tudo antes dos miminhos, por que se for depois, então a coisa piora..  O resultado disto é então má disposição nos dias que se seguem e os efeitos são os anterior mas agravados, com possibilidade de ocorrência de lágrimas…

 

 

 

 

 

Concluido , as minhas birras são muito irritantes!!!!!!

 

 

 

Por Di às 18:37
|
Domingo, 11 DE Junho DE 2006

Enganos

Porque é que ao ver o mundo sob o seu olhar, conheço mais?

Porque é que só assim conquisto esse espírito crítico que tanta falta me faz?

Porque é que só confrontada com as suas realidades, caio na dúvida?

 

Não compreendo. Mas aceito, e mais que isso agrada-me..

 

Sim, agrada-me neste silêncio em que mergulho.

 

Entendam como revolta mas é apenas a análise da minha consciência…

 

È difícil ver os nossos enganos mais banais somente pelo nosso mirar suspeito.

Por Di às 21:08
|
Embalada por: Sorry seems to be
Segunda-feira, 05 DE Junho DE 2006

Muito tempo depois

Decidi publicar...

 

Quando as pessoas mais procuram, é quando a vida mais partidas prega, mais nos deixa furiosas e revoltados com a nossa própria sorte.

Foi quando deixei de tentar encontrar a calma , foi quando me deixei viver, sem pensar muito no dia seguinte, quando decidi que iria deixar-me levar nas surpresas da vida, porque afinal, se tem das más também deveria ter das boas; foi, em mais um daqueles dias em que me deixava levar, que o fado tomou a decisão de me unir a alguém que faria, não, melhor, seria o meu futuro.

Sempre acreditei na minha vida como sendo feliz mas tambem parecia ter a sensação que era uma felicidade longinqua. Porém, a felicidade é uma surpresa que se torna ainda mais agradável quando nos é escondida por entre os caminhos, as palavras e os momentos de cada dia.

Descobri que a felicidade não se atinge. Constrói-se. Fui descobrindo isso com o passar dos dias do teu lado. Entrei nesta estrada levada pelas horas que a vida me dava do teu lado.

Fui ficando.

Fui descobrindo que estava feliz, que era bom, que eu gostava, e que não haviam motivos para deixar de viver o estava a sentir.Aos poucos fui percebendo que o que procurava na vida, era aquilo que tinha encontrado, que estava ali...bem do meu lado. Com aquele olhar meigo, com aquele sorriso aberto, com as palavras doceis, com aqueles sentido de humor delicioso.

Sem dar conta, os planos começaram a surgir. Atitudes foram sendo tomadas. Como duas crianças inconscientes, fomos vivendo a brincadeira, com aquela pressa infantil de viver, fomos querendo horas e horas de atenção. Aprendi que se não perdermos o lado infantil, vivemos com mais intensidade.

E hoje no decorrer de todas esta bricadeira que nunca acabará, que vivo em felicidade conatante. Que se sou feliz contigo,também é graças às discussoes e ao mau-estar que por vezes se intalou entre nós. Porque se partilhamos sorrisos de felicidades, se partilhamos os abraços e os momentos de paixão, de desejo, se queremos um ao outro na totalidade, teremos que fazer a união tambem na dor. Não esquecendo que é sempre depois de dor, que vem os sorrisos, e a felicidade por ainda estares ali. Ao meu lado. E é aí que quero que fiques.

Sempre.

 

"E é amar-te assim,

perdidamente.

É seres alma, sangue,

e vida em mim"

 

Por Di às 23:29
|
 

Junho 2006

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
28
29
30
  • a água purifica sim...o pensamento...
  • ....mariza uma voz fabulosa que me emociona sempre...
  • Não foi fácil encontar-te... Digo-te que te procur...
  • E acho q foi o melhor q fizeste!! Boa miuda :)
  • Não poderia de todo passar aqui e não dizer nada.D...
  • E dificil dizer qualquer coisa....e neste tipo de ...
  • A foto e digna de um belo fotografo, não achas??lo...
  • Fico maluco com este tipo de posts....Como tu mesm...
  • O que aprendes-te amor?
  • belo

blogs SAPO


Universidade de Aveiro